Local

“Talento Mulher” projeto desenvolvido pela UFTM/Iturama visa o Empoderamento da Mulher Rural

36698421_1738427559617633_8664601511814234112_n

A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD em parceria com a EMATER, UFTM e prefeituras municipais de Campina Verde, Iturama, Limeira do Oeste, São Francisco de Sales e União de Minas participaram da assinatura do Protocolo de Intenção do Projeto “Talento Mulher”.

Desenvolvido justo no ano que se comemora o Ano Internacional da Mulher Rural, o “Talento Mulher” é um projeto que esta sendo desenvolvido pela UFTM (Campus Iturama) e tem por objetivo contribuir com formação e práticas da produção agroecológica com foco em quintais produtivos e gestão de grupos de mulheres da região do Pontal do Triângulo Mineiro, a fim de fortalecer a autonomia financeira de agricultoras familiares.

O evento aconteceu no dia 05 de julho de 2018 na UFTM (Campus Iturama) e contou com a presença de diversas autoridades:

  • Federal – Zé Silva
  • Coordenadora Geral dePolíticas para Mulheres Rurais, Juventude, Povos e Comunidades Tradicionais – CGAT/SDR/SEAD (Jana Romanim – Coordenadora Nacional)
  • Marinalva Soares – Coordenadora Geral de Inovação e Assistência Técnica e Extensão Rural
  • Luiz Fernando Resende dos Santos Anjo – Vice-Reitor no Exercício da Reitoria da UFTM
  • Dr. James Rogado – Diretor Geral da UFTM (Campus Iturama)
  • Professor Helder Barbosa Paulino – Coordenador do Curso de Agronomia da UFTM
  • Cidinha Longo – Vice-prefeita de Iturama
  • Norberto Urzedo – Sec. Municipal de Agricultura e Pecuária de Iturama
  • Representantes Políticos e Mulheres Agricultoras dos 06 municípios
  • Servidores da EMATER-MG
  • Docentes e Discentes da UFTM.

f1c20491-3856-410b-9933-01a1edda1d26

Prof. Dr. James Rogado

“Num contesto geral a UFTM tem por objetivo fazer parte do desenvolvimento do município e da região, bem como fomentar as pesquisas e a formação dos profissionais. O projeto que visa o Empoderamento das Mulheres Agricultoras é uma das linhas de trabalho do curso de Agronomia da UFTM que se fortalece a cada dia com apoio da comunidade, e as parcerias aqui firmada”, enfatiza James Rogado – Dir. Geral da UFTM/Iturama

Rogado disse que já no segundo semestre deste ano as ações serão iniciadas e a pretensão é de que este projeto se renove a cada ano para fortalecer a linha de trabalho e de pesquisa em toda região do Pontal do Triangulo e quem sabe avançar para a região Noroeste Paulista.

b5e11b30-0548-4e41-8087-05a657e38556

Marinalva Soares/Jana Romanim/Helder Barbosa Paulino

“O ano de 2018, coincidentemente é comemorado o Ano Internacional da Mulher Rural, por isso a SEAD resolveu valorizar o projeto, é um projeto muito importante para o Pontal do Triangulo e ele vai de encontro com as intenções da SEAD e da UFTM, que é fortalecer a mulher, empodera-la financeiramente e trazer pra ela a auto estima de volta. Este projeto é tão importante que será implantando no Norte de Minas, ou seja, mesmo em fase de finalização ja se tornou”Projeto Piloto” e a tendência é se estender pra outras regiões; afirma Jana Romanim

Para o Deputado federal Zé Silva o primeiro objetivo do projeto é valorizar o papel da mulher rural – o segundo ponto é trazer praticas de produção mais sustentáveis. “A mulher não ajuda, ela faz acontecer, ela é a senhora dos destinos da família, e esta será a oportunidade das mulheres que gerencia a família permanecer no meio rural com reconhecimento e sustentabilidade. A nossa região é privilegiada em relação a localização, potencialidades de solo, de clima e de água, mais isso precisa ser melhor utilizado. As propriedades de economia familiar que representam 84% precisam diversificarem, com por exemplo, fruticultura, horticultura dentre outros; as mulheres já fazem isso, porém não numa dimensão e escala comercial e de geração de emprego e renda, através deste projeto, isso será possível”, explica Zé Silva

Para o secretario Municipal de Agricultura e Pecuária de Iturama, Norberto Urzedo, o projeto é interessante pois ira levar dignidade, emprego e geração de  renda ao campo,  além de oportunizar as mulheres rurais.

Para Vice Prefeita Cidinha Longo o projeto agrega muitos valores juntos as mulheres e às Associações de Artesãs. “O que achei interessante é que apesar do projeto estar pronto ele tem toda uma abertura para ser reconstruído ao longo do tempo com a participação justamente das mulheres que farão parte do projeto”, disse Cidinha

“Este projeto é de grande valia, é uma forma de valorizar as mulheres que muita das vezes trabalham ininterruptamente em suas casas, e ou, propriedades e passam despercebidas sem ser contabilizado o quanto é importante suas ações pra ajudar na renda da casa, e este projeto ele traz este reconhecimento”, afirma Marcia Extensionista  da EMATER/Iturama

Segundo Márcia, que trabalha diretamente com as famílias rurais, o próximo passo será diagnosticar o potencial de cada região e assim elaborar o plano de trabalho de acordo com o que cada região for produzir.

Da Redação
auto

Most Popular

para o Topo